quero encontrar

Carregando...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Happiness

Happiness is like the old man told me
Look for it, but you'll never find it all
But let it go, live your life and leave it
Then one day, wake up and She'll be home
Home, home, home

me queira

Você tá machucado, e eu queria poder cuidar de você.
Você precisa de um ombro amigo e eu me encaixo perfeitamente nisso embora eu possa e queira ser muito mais.
Você poderia estar aqui agora, e eu poderia estar ouvindo a sua respiração e sentindo seu cheiro.
Você poderia estar me beijando agora, e colocando o meu cabelo pra trás da minha orelha, pra revelar o meu rosto.
Você poderia estar pensando em mim agora, e em tudo que a gente viveu e planeja viver.
A gente poderia mil coisas maravilhosas juntos, ia ser incrível. Se você quisesse.
Mas você pensa nela, isso é inevitável. É mais forte que você, embora no fundo você não queira de verdade se livrar disso. Você acredita que pode dar certo com ela. Eu acredito que posso dar certo com você. Ela te usa pra inflar o ego e você reproduz isso comigo. Enquanto você a espera, me deixa de espera. Deixa várias de espera. Orgulhosamente nega, mas correria imediatamente aos braços dela caso fosse.
Diz estar vivendo a vida, mas é um tempo que você deseja que acabe. 
Ela te usa, você quer que ela te queira. Você me usa, eu quero que você me queira. Você a quer e não me quer.

Eu te espero.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Cala a boca, Galvão (por Natália Klein)

Quando uma coisa é boa demais pra ser verdade, é porque geralmente não é. Não sei com vocês, leitores descolados e bem resolvidos, mas comigo costuma ser assim.
No começo, os caras (dizem que) gostam de mim. Dali a pouco, eles (enfatizam que) gostam muito de mim. E então eu penso, "é, quem sabe, de repente", e aí eu começo a gostar deles. Dali a pouco, eu passo a gostar muito deles. E quando eu penso que tudo vai dar certo, afinal, os dois gostam muito um do outro, algo acontece. Ou melhor, alguém acontece.
Tem sempre uma outra pessoa no meio do caminho.
Não que eu acredite em vidas passadas, mas eu devo ter sido uma destruidora de lares sem coração. Ou então, tenho talento nato para escolher os que não me escolhem. Os que me escolheriam, eu certamente deixo passar.
Estou cansada desse déjà vu dos infernos. Já ouvi certas frases tantas vezes que elas nem machucam mais. Passam batidas, como aquela mulher que entrou no supermercado com uma faca nas costas e não sentiu nada. Eu vi no Fantástico uma vez.
"Gosto muito de você, mas" continua sendo meu hit. Seguido por "não me compare com os outros" e "não quero te magoar". Se houvesse uma playlist das minhas frustrações, essas três estariam no topo, tocando em modo repeat. Em (des)compensação, existe uma porção de coisas incríveis que eu nunca ouvi de ninguém.
Mas o que me deixa mais triste não é nem o fato de que as coisas podem (e provavelmente vão) dar errado. O mais triste é que eu não acredito mais que elas possam dar certo. Eu me restrinjo a ser mera observadora dos acontecimentos, daquelas bem chatas, que comentam em voz alta: "viu, eu sabia que ia dar merda."
Eu sou o Galvão Bueno da minha vida afetiva.


texto do blog "Adorável Psicose", escrito por Natália Klein - http://www.adoravelpsicose.com.br/2011/06/cala-boca-galvao.html

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Sou jovem, sou velha, sou rica, sou pobre, sou o que você quiser, mas eu fecho com Freixo


Nessas eleições, eu gostaria de ser carioca.
Sim, só pra poder escolher um candidato em que eu verdadeiramente apoio, ao invés de votar no "menos pior", naquele que "rouba, mas faz".
Tem muita gente fazendo ôba-ôba pro Freixo, e tem muita crítica quanto isso. Mas é um fato completamente justificável, em meio a essa politica tradicional de merda que tem por aí, voce dar de cara com um politico como ele, um politico que você escolhe porque quer, e não por métodos eliminatórios, e se encantar.
Um cara que tem um minuto na TV(ao contrario do Eduardo Paes e seus 16 minutos), sem dinheiro, num partido de pouca expressão, e sem coligação.
Pode ser que todos esses jovens fiquem decepcionados, já que entusiasmados, não percebem que 4 anos é muito pouco tempo, pro sonho da mudança. mas Marcelo Freixo é como Chico Buarque diz "um sonho possível".                                                
Talvez seja realmente um exagero o que os jovens estão fazendo pra um candidato inteligente e limpo (que qualquer politico deveria ser) mas é a prova de que as coisas estao começando a mudar, e que a politica aos poucos, começa a ser levada a serio.
Ok se voce acha o Freixo "comunistazinho" demais, mas sente suas nádegas um segundo em frente ao seu computador, ignore por alguns segundinhos a sua pornografia diária e pesquise. Pesquise por exemplo, o passado do LIXO do Eduardo Paes, o "principe das milicias" (coisa que o Marcelo Freixo é absurdamente contra), pesquise seu partido, o PMDB, e atente a um político que afirma que BRT é um avanço, enquanto as pessoas demoram horas pra se deslocar pra seus trabalhos e pra suas casas. Transporte público de qualidade pra uma cidade como o Rio de Janeiro tem que ser por vias ferroviárias (basta estudar geografia um pouquinho pra saber disso, ou mesmo olhar com atenção as lindas e desenvolvidas cidades europeias que o lindo do Dudu Paes adora visitar), um homem que afirma que a educação do Rio de Janeiro é um ORGULHO pros cariocas (sendo que os indices só não perdem pro nordeste) merece o seu voto?
Sentem a bunda um segundo e vejam o debate da Band (sim, você encontra isso no youtube, aquele lugar que você fica vendo vídeo de "para nossa alegria"), vejam como ele mal consegue responder o que lhe perguntam.
E aí, você se dá conta de que não precisa ser socialista, maconheiro, estudante de ciências sociais (e tudo isso que os eleitores de merda que votam no Eduardo Paes acusam os que votam em Marcelo Freixo) pra sacar que ele é uma alternativa viável e bastante feliz.
Povo brasileiro, é necessario mudar essas cabeças do tamanho de uma azeitona, e entender que foda-se se você o coloca como Deus ou se discretamente vai votar nele nessas eleições, fechar com Freixo é uma questão de respeito com a cidade maravilhosa.